25.12.12

 

Vivo numa cidade, inserida num país…

Supostamente, pertenço a uma sociedade… supostamente não!… Pertenço sim a uma sociedade!

Pertenço mas não me identifico… Pertenço mas ninguém me diz nada… Pertenço mas considero-me perdido todos os dias…

A solidão também pertence a esta sociedade que, de sociedade propriamente dita, não tem nada… SOCIEDADE implicaria comunicação, implicaria convivência, estar, socializar…

Numa cama em uma casa, sozinho, aguardo a chegada de alguém que aparece por dois minutos para me trazer a comida do dia…

“Bom dia, como está? Que dia é hoje?” – e mais uma vez fico entregue a mim mesmo… aos meus pensamentos e à minha cama…

Peso na sociedade, isso sim eu sou…

E cidadania? Onde? Onde está essa senhora que me abandonou à minha sorte, à minha solidão?

 

Ana Lua

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 20:00  Comentar

Luanda | Angola

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Dezembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

16
17
19
20
22

23
24
26
27
29

30
31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
O tempo, a arbitrariedade da vida e as fragilidade...
Obrigado SAPO.AO!!
E claro que é no "Cenas na net" mas este na homepa...
Torna-se 'repetitivo', mas no bom sentido que faze...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: