20.1.17

AlzheimerPortraits#38–AlexTenNapel.jpg

Foto: Alzheimer Portraits #38 – Alex Ten Napel

 

Pele enrugada, olhar perdido, o vazio, a sensação de confusão e de embaraço que transparecem pelos trejeitos do corpo, a expressão de desconhecido expressa no rosto…

Diz-se que nós somos as nossas experiências. Por outras palavras, “toda a nossa experiência é dedicada ao desenvolvimento da nossa personalidade”. Quem o afirmou foi Alex Ten Napel.

Alex é um fotógrafo holandês que retratou 40 idosos, de uma residência sénior, que padecem da doença de Alzheimer. No seu ensaio fotográfico procurou mostrar a sensação de “esvaimento” e de desaparecimento espelhada nos rostos dessas pessoas. Retratada não estava apenas a perda da memória em si, mas também a progressiva falta de dignidade e o que significa viver nesta condição.

 

“O que nos resta sem a memória da experiência?”

“Todos nós conhecemos sentimentos de tristeza, medo, desespero, depressão, alegria e as pessoas com Alzheimer sentem tudo isso da mesma maneira”, explica o fotógrafo holandês. No entanto, a principal diferença é que o registo dessas emoções ou experiências não perdura. A doença de Alzheimer destrói o ser interior: personalidade, emoções, sentimentos, experiências, memórias.

“O confronto com pessoas que sofrem de demência é assustador, porque nos faz questionar a nossa própria vida. Elas mostram-nos que a nossa vida pode evoluir num sentido diferente daquele que esperamos”. A doença do esquecimento acaba por afetar não só o doente, mas também cuidadores, familiares e amigos, que assistem ao desaparecimento interior do ser, apesar da sua permanência física.

 

Há uma frase de Alex Ten Napel que resume, e bem, o ensaio fotográfico a que se propôs: “A doença de Alzheimer limita-se a mostrar-nos a existência humana sem qualquer adereço”.

 

Sandra Sousa

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Luanda | Angola

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Ana Martins

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Leticia Silva

> Maria João Enes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Almeida

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Janeiro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
17
19
21

22
24
25
26
28

29
31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
O tempo, a arbitrariedade da vida e as fragilidade...
Obrigado SAPO.AO!!
E claro que é no "Cenas na net" mas este na homepa...
Torna-se 'repetitivo', mas no bom sentido que faze...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: