16.3.12

 

Já ninguém quer apostar na continuidade. A palavra de ordem é mudar, mudar a todo o custo. Nem nos perguntamos se estamos bem como estamos, o que conta é que já estamos assim há demasiado tempo e está na altura de mudar.

Mudamos de guarda-roupa em cada estação, mudamos o corte de cabelo, mudamos de namorado, mudamos de casa, de carro, de ginásio e de dieta. Mudamos de governo, de emprego e de amigos do café. Mudamos de perfume e de gel de banho. Mudamos de supermercado e de lugar de estacionamento. Se pudéssemos, mudávamos também de família, por algum tempo que fosse, apenas para ver que diferente seria.

Mudamos de operador de telemóvel, mudamos a marca de detergente para a máquina, tentamos o descafeinado para logo voltar ao café. Não estamos bem, precisamos de mudar. Mudamos tudo, menos nós próprios. Nós continuamos exactamente iguais, na procura incessante da mudança.

Só não mudamos de planeta, porque ainda não possuímos a tecnologia. Mas em contrapartida mudámos o planeta e agora queremos mudá-lo de novo.

A sorte é que a lua vai mudando de fase e a primavera vai sucedendo ao inverno. Mas seria talvez mais divertido se pudéssemos mudar a alternância das estações do ano. Pôr o inverno logo a seguir ao verão, sem passar pelo outono.

“Já há muito tempo que não chove”, lamentam-se alguns. “Já chove há três dias. Já ninguém aguenta a chuva.”

Já ninguém aguenta nada. Já não nos aguentamos a nós próprios.

 

Teresa Moura (articulista convidada)

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 01:05  Comentar

Luanda | Angola

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Ana Martins

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Leticia Silva

> Maria João Enes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Almeida

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Março 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
17

18
19
21
22
24

25
26
28
29
31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
O tempo, a arbitrariedade da vida e as fragilidade...
Obrigado SAPO.AO!!
E claro que é no "Cenas na net" mas este na homepa...
Torna-se 'repetitivo', mas no bom sentido que faze...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: