De isabel a 9 de Fevereiro de 2009 às 11:21
Álcool
Consumo excessivo é responsável por dez mil suicídios por ano
O consumo de várias doses de bebida numa única ocasião (binge drinking) preocupa especialistas que alertam para o facto de este comportamento ser responsável por 27 mil mortes acidentais e dez mil suicídios todos os anos na Europa





«Este tipo de consumo não é exclusivo dos jovens e cerca de 80 milhões de europeus com idade superior a 15 anos disseram ter praticado binge drinking pelo menos uma vez por semana, em 2006» , lê-se no Plano Nacional para a Redução dos Problemas Ligados ao Álcool (PNRPLA), que está desde hoje em discussão pública.

Com base em estudos internacionais, o documento acrescenta ainda que «cerca de 25 milhões de europeus com mais de 15 anos de idade referem que o binge foi o seu padrão habitual de consumo no último mês».

Na União Europeia, o consumo de quatro ou mais doses de bebida numa única ocasião (binge drinking) está relacionado com 27 mil mortes acidentais, dez mil suicídios e dois mil homicídios, ou seja, quatro em cada dez de todos os assassínios, refere o documento elaborado pelo Instituto da Droga e Toxicodependência (IDT).

No geral, o álcool causa anualmente 195 mil mortes na Europa, sendo a faixa etária entre os 15 e os 29 anos a mais afectada.

Quatro em cada dez assassínios e mortes violentas estão relacionadas com problemas de álcool assim como um em cada seis suicídios e um em cada três acidentes rodoviários, revelam estudos citados no PNRPLA.

«A Europa é a zona do Mundo com consumo mais elevado de álcool» : cerca de 11 litros per capita.

«Embora o consumo médio de álcool tenha vindo a decrescer na UE, a proporção de jovens e jovens adultos com padrões de consumo nocivos cresceu na última década em muitos dos Estados-membros» , estando os menores de idades entre os que apresentam padrões mais preocupantes.

Além deste fenómeno, o IDT lembra ainda no documento que há entre «cinco a nove milhões de crianças na União Europeia que vivem em famílias afectadas pelo álcool»: estima-se que 16 por cento de todos os casos de abuso infantil e negligência são causados pelo álcool, sendo «incalculável» a quantidade de crianças que já nascem afectadas pelos seus efeitos.

Lusa / SOL

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres