10.4.17

Beautiful-PanaKutlumpasis.jpg

Foto: Beautiful – Pana Kutlumpasis

 

Ela é a verdadeira fonte de amor. Mas, antes e primeiro que tudo é fonte de vida, o que já é muito. Mas mais do que isso, é igualmente uma força da natureza viva que procura ser ela própria, sempre a mesma, una e múltipla: una em relação a ela, múltipla em relação a todo nós, cujas paixões de amor são várias e em todos os sentidos. Nela começa o mundo; nela começa a vida, com o seu intenso amor dá vida à vida; nela só há amor para dar e receber. Só ela sabe dar vida ao mundo com inigualável amor.

 

Governasse ela o mundo, com a ternura e amor que nela existem, certamente que tudo seria diferente: haveria mais paz e concórdia; mais fraternidade e solidariedade; mais justiça e compreensão entre os homens e mulheres. O seu papel na vida não se esgota apenas no embalar do berço do recém-nascido e muito menos se resume ao papel de musa inspiradora, quando considerada pela sua beleza física. Graças à sua inesgotável capacidade de amar e de poder dar tanto do seu amor, ela poderá embalar a humanidade para a evolução de uma sociedade mais justa, fraterna e humana.

 

As qualidades femininas são sempre evocadas de forma especial na comemoração do dia mundial da mulher, em 8 de Março de cada ano, que ocorreu há dias, mas nem sempre se reconhece, na prática quotidiana, a sua dedicação e ponderação, a sua intuição e o seu sentido de amor que imprime nas relações humanas. Apesar de subestimado muitas vezes o seu papel na sociedade, temos de convir que é na mulher que reside o amor supremo da humanidade.

 

José Azevedo

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 07:30  Comentar

Luanda | Angola

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Miriam Pacheco

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Abril 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

16
18
20
22

23
25
27
29

30


Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
O tempo, a arbitrariedade da vida e as fragilidade...
Obrigado SAPO.AO!!
E claro que é no "Cenas na net" mas este na homepa...
Torna-se 'repetitivo', mas no bom sentido que faze...
Presenças
Ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: