28.1.15

Camarata.jpg

 

A história do planeta está pautada por múltiplos conflitos de base discriminatória, em que o racismo é um deles, extremamente significativo por sinal.

É incrível como o homem pode usar a sua inteligência para destruir e segregar. Na base de qualquer discriminação, seja ideológica, social, ou étnica, está o preconceito e a incompetência empática, alimentadas pela supremacia de interesses políticos e económicos, que originam as justificações simbólicas das diferenças entre povos. Veja-se a ridicularização propagandista acometida contra os judeus, na época do Holocausto, o desarraigar de direitos no Apartheid, a desumanização imposta a escravos e prisioneiros de guerra, ao longo dos séculos e épocas históricas.

As diferenças culturais são ótimos estimuladores ao desenvolvimento humano e, por isso, na minha opinião, a miscigenação e o diálogo intercultural são muito bem-vindos.

Cabe a cada um perceber a manipulação que está por detrás de qualquer movimento discriminatório e encetar medidas de eliminação do preconceito, através, por exemplo, da aproximação deliberada e sistemática a pessoas e grupos diferentes de si. Teremos, certamente, muito a aprender e notaremos que, por dentro, somos todos iguais, e que é muito mais o que nos une, do que o que nos separa.

 

Marta Silva

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:00  Comentar

Luanda | Angola

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Ana Martins

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Leticia Silva

> Maria João Enes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Almeida

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Janeiro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
17

18
20
22
24

25
27
29
31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
O tempo, a arbitrariedade da vida e as fragilidade...
Obrigado SAPO.AO!!
E claro que é no "Cenas na net" mas este na homepa...
Torna-se 'repetitivo', mas no bom sentido que faze...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: