3.6.16

GiveAndTake-GerdAltmann.jpg

Foto: Give And Take – Gerd Altmann

 

Gosto de dar, mas também gosto de receber, isso não posso esconder. Aliás, parece ser comum a toda a gente: dar e receber. Uma coisa implica a outra, convenhamos. Exemplo mais paradigmático ocorre na partilha de afetos, em que se dá o melhor para receber elogios, dá-se o que se tem para receber reconhecimento, dá-se carinho para receber afeição e amor para receber amor. A própria amizade é um contínuo dar e receber para uma realização plena. A máxima da vida será sempre no sentido de dar e receber, o que não raras vezes encerra algo de negativo e egoístico nessa relação de troca, principalmente, quando nela predomina uma ideia calculista. O ato nobre, sublime e generoso, consistirá em dar sem esperar receber o que quer que seja em troca. Deve, pois ser, incondicional, o que, por paradoxal que pareça, nunca fecha as portas para se receber sem ser necessário retribuir. Mesmo aqueles que se destacam pela sua enorme generosidade, poucos infelizmente, nesta fria e calculista sociedade em que atualmente vivemos, que tudo dão de si na vida, para realização de um ideal altruísta e humanitário, recebem sempre algo no seu espaço interior, no íntimo do seu ser, sentem a graça e a satisfação de verem os seus semelhantes felizes. Enfim, na vida, como se vê, há sempre um dar e receber, uma relação de troca, em que cada um de nós, sem esperar nada em troca, deve sentir sempre a obrigação de dar o melhor que possui dentro de si.

 

José Azevedo

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Luanda | Angola

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Ana Martins

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Leticia Silva

> Maria João Enes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Almeida

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Junho 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
16
18

19
21
23
24
25

26
28
30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
O tempo, a arbitrariedade da vida e as fragilidade...
Obrigado SAPO.AO!!
E claro que é no "Cenas na net" mas este na homepa...
Torna-se 'repetitivo', mas no bom sentido que faze...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: